Ritual Preventivo
(Ver Todos Artigos)
10/08/2012
Valdeci Tomaz Monica

Em meu último texto abordei o tema: “LONGEVIDADE NO TENIS”, este falava de algumas particularidades do tênis, como por exemplo, o fato de não haver contato, o que propicia aos praticantes dessa modalidade esportiva desenvolvê-la muitas vezes até depois dos oitenta anos, tanto é, que este é o único esporte no Brasil, que existe competições oficiais e até ranking para atletas acima de oitenta anos.

Contudo, se alguém quiser fazer parte desse seleto grupo de pessoas que jogam tênis mesmo após os setenta anos de idade, não imagine que, deixando para se cuidar quando estiver com idade avançada vai resolver, são anos e mais anos de preparação ou ainda melhor, de prevenção, visto que na maioria das vezes, as pessoas que são obrigadas a parar de jogar tênis precocemente, é devido ao fato de nunca terem dado a devida importância a uma rotina preventiva, que os levem a terem longevidade enquanto tenistas.

Estando em quadra várias horas por dia, seja em minhas aulas ou simplesmente observando indivíduos praticando tênis, identifico a necessidade urgente de conscientizar esses praticantes a desenvolverem o que chamo de RITUAL PREVENTIVO, composto principalmente de exercícios de alongamento e aquecimento, a fim de elevar a temperatura corporal e o aumento do fluxo sangüíneo, e com isso preparar as articulações e a musculatura para o trabalho a ser realizado, que no caso do tênis é bastante intenso. Durante um jogo de tênis a musculatura é muito exigida a todo o momento devido à característica de ser um esporte de explosão onde você tem que dar respostas rápidas em quase todos os pontos, através de arrancadas bruscas, sobretudo agora que presenciamos a era do tênis moderno onde as raquetes e cordas possuem tecnologias avançadas o que tornou o jogo mais rápido, as bolas são arremessadas com mais peso o que faz com que o receptor tenha que ter uma musculatura preparada adequadamente para receber tais bolas.

Todo esse desenvolvimento tecnológico do esporte que veio no intuito de dar conforto às pessoas, em boa parte dos casos não surte efeito e em determinados indivíduos surte um efeito contrário, pois a combinação de bolas rápidas, cordas altamente tensionadas e musculatura despreparada, tem como conseqüência lesões, muitas vezes lesões graves de membros superiores principalmente.

Essa velocidade do jogo contribui por vezes também como causa de inúmeras lesões de membros inferiores devido às arrancadas bruscas, verificamos um considerável número de entorses das articulações de tornozelo devido a pouca flexibilidade e esporadicamente lesões de joelho, bem como as lesões musculares principalmente da musculatura posterior da coxa e de panturrilha devido à ausência de alongamento.

Essa falta de consciência da importância do ritual preventivo não é uma exclusividade desse ou daquele grupo etário, contudo é mais critico nos indivíduos de meia idade visto que a partir dos 30 anos o homem perde a cada ano níveis consideráveis de força e flexibilidade, tornando-os mais susceptíveis a lesões, outro fator importante é que são tão ansiosos quanto os adolescentes.

É muito comum principalmente em clubes onde obedece a ordem de chegada para a ocupação da quadra, senhores, sobretudo os de meia idade chegarem para jogar a famosa duplinha e se encontrarem três parceiros aquecidos na quadra esperando um quarto para completar a dupla esse que acabou de chegar, já grita “estou dentro” e em determinadas vezes, o que é mais grave, ainda começa sacando, esses são os principais candidatos a pararem de jogar cedo e o mais triste que em alguns casos ainda divulgam que o esporte é muito agressivo.

O ideal seria que os profissionais que trabalham com tênis não só professores, mas logistas, donos de academias, etc...se aprofundassem mais neste assunto no sentido de conscientizar cada vez mais seus clientes da importância de adotar um comportamento preventivo.

Vale a pena ressaltar que só esse “ritual” não garante que você estará livre lesões visto que em um estudo campo recente sobre incidência de lesões músculos- esquelética, verifiquei que na população de meia idade de Maceió que pratica tênis, as lesões musculares são a maioria, mas foi preocupante alto o índice de lesões da articulação do cotovelo devido principalmente as características das raquetes e tensão das cordas.

Para aqueles que optaram por praticar esse esporte facinante, e que deseja ter o prazer de te-lo em suas vidas por muitos anos, deixo mensagem de estimulo a todos.

"JOGAR TÊNIS ATÉ OS OITENTA É POSSÍVEL SÓ DEPENDE DE VC"



Nossos horários:

2ª a 6ª Feira: 6h as 22h

Sábados: 8h as 18h

Domingos e feriados: 8h as 13h

Não abrimos dias 25 de Dezembro e 01 de Janeiro

Nossos contatos:

Fone:  (82) 3358.5905           

E-mail: biotenis@biotenis.com.br

© 2019 Biotênis Academia. Todos os direitos reservados